• Reaction Consultoria

Principais Nomes da Administração - Parte 1



Nesse post iremos citar os principais personagens da Administração e quais foram as suas contribuições. Mas qual o intuito disso? É que você gestor, empresário ou empreendedor precisa saber que tudo que somos e fazemos hoje tem um longo histórico de evoluções por trás, e assim como toda ciência, muitas das descobertas e iniciativas do passado ainda se perpetuam e são aplicadas com sucesso em nas empresas.


E o mais importante é que várias dessas descobertas se transformaram em técnicas básicas de gestão que são muitas vezes, erroneamente, negligenciadas por grandes e pequenos negócios.


Dada a extensão do assunto e com a intenção de não deixarmos ninguém de fora dividiremos em 3 partes: Primórdios da Administração; Gestão Científica; A era Moderna.


OS PRIMÓRDIOS

Adam Smith trouxe a revolução no pensamento econômico e o motor a vapor de James Watt forneceu energia mais barata que revolucionou o comércio e a indústria. Estabeleceram então as bases para as noções modernas de teoria e prática de gestão empresarial.


ADAM SMITH

Adam Smith (1723 - 1790) foi um economista político escocês. Estabeleceu a "escola clássica" e, com sua publicação a Riqueza das Nações, tornou-se pai da "economia liberal". Argumentou que o mercado e a concorrência deveriam ser os reguladores da atividade econômica e que as políticas tarifárias eram destrutivas. A especialização do trabalho foi a base do sistema de mercado de Smith, isso proporcionou aos gestores a maior oportunidade de aumento da produtividade.


JAMES WATT E MATTHEW BOULTON

James Watt (1736-1819), auxiliado por Matthew Boulton (1728-1809), fundaram a empresa Boulton, Watt, e Sons para motores a vapor. Em 1800, os filhos de Boulton e Watts assumiram a gestão da empresa e instituíram uma das primeiras aplicações completas da gestão científica. Nesta planta há evidências de pesquisas de mercado, incluindo estudo de layout de máquinas envolvendo fluxo de trabalho, padrões de produção, contabilidade de custos, treinamento de funcionários, incentivos aos funcionários e programas de assistência social dos funcionários.


Com o avanço do sistema fabril, novos problemas surgem para os gestores, donos e sociedade. Quatro pioneiros da gestão propuseram soluções para lidar com essas novas pressões das organizações industriais de grande escala. Eram Robert Owens, Charles Babbage, Andrew Ure e Charles Dupin.


ROBERT OWENS

Robert Owens (1771 - 1858) foi um empresário escocês bem sucedido e um socialista utópico que semeou as primeiras sementes de preocupação com os trabalhadores, sobre as condições de trabalho e pelo mau tratamento nas fábricas. Com suas reformas, reduziu o uso do trabalho infantil e usou persuasão moral em vez de punição corporal em suas fábricas. Ele repreendeu seus colegas donos de fábrica por tratar seus equipamentos melhor do que seus trabalhadores.


CHARLES BABBAGE

Charles Babbage (1792 -1871) é conhecido como o santo padroeiro da pesquisa de operações e ciência da gestão. É considerado o criador dos conceitos por trás do computador atual. O livro mais bem sucedido de Babbage, On the Economy of Machinery and Manufacturers, descreveu as ferramentas e máquinas usadas nas fábricas inglesas. Discutiu os princípios econômicos da manufatura e analisou as operações, as habilidades utilizadas e sugeria práticas melhores. Era um defensor da participação nos lucros.


ANDREW URE E CHARLES DUPIN

Andrew Ure (1778-1857) e Charles Dupin (1784-1873) foram educadores industriais iniciais. Ure publicou um texto em 1835 que tratava principalmente dos problemas técnicos da manufatura, mas também tratava de problemas de gestão. Era um defensor do sistema fabril e acreditava que os trabalhadores devem reconhecer os benefícios da mecanização e não resistir à sua introdução.


Dupin foi um engenheiro e professor francês teve grande influência nos escritos de Henri Fayol. Publicou Discurso sobre a Condição dos Trabalhadores, em 1831, que tem conceitos como o estudo do tempo e a necessidade de equilibrar as cargas de trabalho. Ele escreveu sobre a necessidade dos trabalhadores receberem instruções concisas e de descobrir a melhor maneira de realizar o trabalho com a menor quantidade de esforço.



CONCLUSÃO

Como podemos ver, vários conceitos aparentemente modernos, mal implementados até hoje pelas empresas, já existiam em 1800!! Como o aumento da produtividade por meio da especialização, a preocupação com o bem estar e condições dos trabalhadores, a participação nos lucros, e em destaque a elaboração de instruções concisas para realização do trabalho com menor esforço e maior produtividade, hoje conhecemos como procedimentos e processos.



Em se tratando de mapeamento de processos e elaboração de procedimentos, somos especialistas nesses serviços, caso tenha interesse agende uma consulta para analisarmos a sua situação.


#pioneiros #administração #pensadores #teoriageraldaadministração #mapeamentodeprocessos #processos

Referência: Wren, Daniel A. A Evolução do Pensamento Gerencial. Nova Iorque, NY: John Wiley & Sons, 2004