• Reaction Consultoria e Daniel Silveira (G1)

Por 2 anos seguidos, Brasil fecha mais empresas do que abre.


Mais uma matéria relatando o que, infelizmente, estamos cansados de ver no nosso trabalho diariamente. Empresas e mais empresas fechando, muitas com menos de 5 anos de existência.

Pouco tempo atrás havíamos feito um post sobre isso, (link) mas específico do Rio de Janeiro, o post de hoje é a nível Brasil com dados do IBGE.

Quem já teve uma empresa, ou conheceu alguém que tinha, sabe o quão doloroso é fechar aquele negócio que se dedicou tanto, com horas e mais horas sem dormir e de trabalho intenso.

O que pouca gente sabe é que muitas dessas falências poderiam ser evitadas, se durante a vida da empresa especialistas fossem envolvidos. Nós atuamos como médicos, e do mesmo modo temos a competência para diagnosticar os males que uma empresa está sofrendo e indicar os melhores tratamentos, bem como aplicá-los e executá-los.

Porém, não adianta levar um paciente ao médico em estado terminal, pouco poderá ser feito, ou o investimento em remédios, poderá não valer mais a pena.

Problemas todas as empresas possuem, a diferença entre as vitoriosas e as que fracassam é como elas lidam com eles, só que muitas vezes os colaboradores (donos e funcionários) estão tão envolvidos no dia a dia que não conseguem ver o tamanho ou o potencial de crescimento, e quando percebem já é tarde demais.

Recentemente um restaurante entrou em contato conosco para diagnóstico, descobrimos uma série de problemas básicos de organização e que foram prováveis motivos para a alta dívida criada e o baixo volume de clientes. Uma semana depois, quando fomos intervir, o restaurante já havia fechado, por pressão das dívidas e da família, ficou insustentável mantê-lo aberto, e nada pudemos fazer.

Não deixe acontecer o mesmo com você, leve sua empresa ao médico. Com a Reaction Consultoria o diagnóstico é gratuito. Peça já o seu.

www.reactionconsultoria.com.br

O fechamento das empresas em números, pelo IBGE:

"Pesquisa mostra que, em 2015, 708,6 mil empresas foram abertas e 713,6 mil fechadas no país. A saída de empresas provocou recuou de 3,9% no pessoal ocupado e de 4,5% no pessoal assalariado.

Em números absolutos, 1,6 milhão de pessoas perderam postos de trabalho por conta do fechamento de empresas.

Das 4,6 milhões de empresas ativas no Brasil em 2015, 3,8 milhões (84,4%) eram empresas sobreviventes, ou seja, que já tinham mais de um ano de existência. Das 708,6 mil empresas que entraram no mercado formal naquele ano, 68,5% (408,4 mil) haviam acabado de ser criadas, enquanto 31,5% (223,3 mil) foram reativadas."

Fonte: IBGE. https://g1.globo.com/economia/noticia/por-dois-anos-seguidos-brasil-fecha-mais-empresas-do-que-abre-aponta-ibge.ghtml

Conhece Análise de Mercado? Não? Então confira esse post: Um pouco sobre Análise de Mercado

#Falência #Crise #Empresas #Negócios

0 visualização

© Reaction Consultoria