• Reaction Consultoria

Como resolver conflitos? Confira as 5 técnicas mais famosas.


Conflito é toda situação que envolve um problema, ou dificuldade, discutida por duas ou mais partes que possuem interesses, normalmente, divergentes em relação a resolução ou até mesmo do próprio problema em si.

Achar que vai trabalhar, ou até mesmo viver, sem nunca passar por uma situação de conflitos é uma falácia, eles acontecem o tempo todo, e aprendam, isso não é ruim! Ruim é uma situação de conflito mal gerenciada.

Quando bem trabalhados podem levar a ótimas decisões, crescimento organizacional e pessoal.

Nas empresas os conflitos mais comuns ocorrem entre áreas, como compras x comercial, jurídico x gestão de contratos, marketing x financeiro, mas também, e com frequência, internamente em cada uma delas, como uma decisão de marketing, fazer ou não, determinada atividade, e muitas vezes, o conflito está envolto em desavenças pessoais.

E como resolver todos esses impasses? Primeiro, não há fórmula mágica!

Existem diversas técnicas para resolução, e cada uma tem que ser avaliada frente ao problema como um todo, pois dependerá das forças que estão envolvidas, os riscos da solução, os riscos da negociação, o tempo para resolver, a gravidade do problema, etc.

Irei destacar abaixo as 5 mais populares, e algumas situações em que cada uma pode ser apropriada.

Retirada Estratégica

É desistir do conflito. É a não negociação. Sim, desistir é considerado uma estratégia, de curto prazo, emergencial, para ganhar tempo, reformular uma nova abordagem para uma próxima negociação.

Apropriada em:

- Quando não se pode vencer

- Riscos são baixos

- Risco alto mas não está preparado para lidar com eles

- Desestabilizar a outra parte

- Se manter neutro

- Ganhar tempo

- O problema desaparecerá com o tempo

Apaziguamento

Com o intuito de manter a paz e evitar conflito direto, também somente provisório, não é uma solução permanente, tão pouco duradoura.

Apropriada em:

- Atingir objetivo extremamente dificil

- Criar uma obrigação de troca futura

- Baixo risco

- Responsabilidade limitada

- Qualquer solução ajuda

- Ganhar tempo

Força bruta

Uso da força, que normalmente vem do cargo. Quando, claramente, uma parte tem maior poder que a outra. É o pior cenário possível. Tem o efeito de deixar sequelas na parte perdedora, que em uma próxima negociação poderá criar problemas que não existiam. Ganha-Perde

Apropriada em:

- Quando não há tempo para resolver o problema

- Quando você tem razão

- Altos riscos

- Princípios importantes em jogo

- Quando é o mais forte

- Demonstrar poder

- Negócio de curto prazo

- Negócios que não haverão repetição

- Relacionamento não importa

- Não há o que perder

Negociação

Atingir um acordo aceitável, mesmo que distante da solução ideal, é o melhor que se pode obter no momento. Tende a retornar negociações mais duradouras e estáveis.

Apropriada em:

- Ambos precisam ganhar

- Não pode vencer sozinho

- Outros tem a mesma força

- Pouco tempo para resolver

- Manter um relacionamento

- Não há certeza sobre a razão

- Não ganha sem um acordo

- Riscos médios

Colaboração

É a solução ideal, resolve o conflito de maneira plena. Os problemas serão analisados, ponderados tecnicamente, e por meio de diálogo entre os participantes, chegarão a um consenso. As soluções tendem a ser definitivas nesse caso, resolve o problema de fato. Ganha-Ganha

Apropriada em:

- Quando ambos ganham mais juntos

- Atacar um inimigo em comum

- Tempo para resolver e analisar o problema

- Quando há confiança

- Quando há capacidade em ambos

- Manter um relacionamento duradouro

Qual a melhor ?

Sem dúvida é a de colaboração, onde todos ganham. Porém nem sempre será possível utilizá-la, principalmente porque conflitos pressupõe pessoas, e pessoas tem sentimentos, para essa solução ser viável, ambos devem estar abertos a resolver o problema, independente de ego, cargo, etc.

Mas mesmo ela tem desvantagens, como por exemplo a necessidade de tempo para analisar e resolver. Até mesmo a técnica de força bruta, apesar de claramente desvantajosa para o perdedor, tem suas vantagens, como ser rápida a resolução.

Logo, cada conflito terá sua própria forma de resolução, algumas sugestões para aplicação de cada uma foram dadas mas não é uma análise fria, há que se pesar todos os fatores.

Por exemplo, determinado conflito você pode ter o poder para resolver na força bruta, não tem tempo para discutir uma solução, princípios estão em jogo, mas tem grandes interesses de proteger o relacionamento com a outra parte, visando negócios futuros. O que faria? Nesse caso, a negociação poderia acabar sendo a mais indicada, mesmo que tudo inicialmente indicasse o uso da força bruta.

Dúvida sobre o trabalho de uma consultoria? Assista o vídeo!

Reaction Recomenda:

Confira mais recomendações para você e seu negócio em nossa área de conhecimento.

#Organização #EmpresadeConsultoriaEmpresarial #Estratégia #Transformação #Mudança #GestãodeConflitos #TomadadeDecisão

© Reaction Consultoria